O delegado Nilson Farias, disse, há pouco, em entrevista, que pelo menos uma vítima da organização criminosa que roubava caminhonetes e defensivos agrícolas compareceu na delegacia e relatou ser proprietária de cerca de uma tonelada de agrotóxicos apreendidos, ontem, no município. Os produtos estão avaliados em mais R$ 300 mil.

Segundo o delegado os defensivos foram roubados em uma fazenda localizada em Nova Mutum, os criminosos teriam utilizados uma Toyota Hillux branca roubada em Lucas do Rio Verde – que também foi apreendida – para levar os agrotóxicos.

“A vítima se apresentou e contou que a quadrilha invadiu a fazenda com a caminhonete e roubou os produtos. Ainda não temos muitas informações. Começarei a oitiva agora”, concluiu o delegado.

Conforme, a organização criminosa foi desarticulada, ontem. Além dos agrotóxicos e da Hillux, também foram apreendidos uma GM S10 prata roubada em Tapurah, duas pistolas, um revólver, munições, rádios comunicadores e binóculos de visão noturna.

Um homem, de 35 anos, tentou subornar policiais oferecendo R$ 40 mil para não ser levado a cadeia mas acabou sendo preso, no bairro Rota do Sol. Ele é caminhoneiro e teve um caminhão que estava carregado com milho apreendido para averiguação.

Está sendo investigado se o homem participou de outros roubos de agrotóxicos cometidos pela região. A polícia também procura pelos outros envolvidos.