A Polícia Civil de Lucas do Rio Verde localizou, ontem à noite, por volta das 21h, o corpo de Cleide Santos, 40 anos, que estava desaparecida há pelo menos duas semanas, e a localização só foi possível após a prisão de três pessoas suspeitas, ontem à tarde. Testemunhas disseram ter visto a mulher sendo colocada, à força, em um veículo, nas proximidades da residência que morava no bairro Jaime Satti Fujji e a polícia passou a investigar o caso.

Os suspeitos levaram os policiais até uma mata a cerca de 10 km do centro da cidade, onde estava o corpo de Cleide Santos. Ela foi morta com requintes de crueldade. Ela teria sido degolada com um facão, além de levar vários golpes no abdômen.
A polícia passa a investigar, agora, a motivação do crime.

O corpo de Cleide foi encaminhado ao IML -Instituto Médico Legal-  onde passará por exame de necropsia. O sepultamento será em Lucas do Rio Verde, nesta quarta-feira.

De acordo com a polícia, Cleide trabalhava como taxista e era solteira.

Em instantes, mais detalhes

(Atualizada às 09:41h)