Conab leiloa milho estocado em Sorriso, Ipiranga e Itanhangá

68

A Conab vendeu, hoje, estoques públicos de milho estocados em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Na primeira operação, foram arrematadas apenas 7.721,403 mil toneladas, equivalentes a 12,52%, do total ofertado de 61.656,201 mil toneladas e sobraram 53.934,798 mil toneladas.

Do lote 1, com origem de Dourados (MS), 100% da quantidade ofertada foi negociada, cerca de 1.220,400 mil toneladas de milho. Com a disputa, o valor inicial de R$ 31,20 a saca de 60 kg de milho, subiu para R$ 35,10 a saca no final da operação, ganho de 12,50%. Do lote 2, de Ipiranga do Norte (próximo a Sorriso), apenas 53,83% do volume ofertado, de 2.786,470 mil toneladas, foram arrematadas. Com isso, os valores foram mantidos em R$ 23,40 a saca do grão.

Para o lote 3, de Ipiranga, cerca de 6,59% do volume ofertado foi negociado, de 18.218,340 mil toneladas. Os preços permaneceram em R$ 23,40 a saca. Já para o lote 4, também de Ipiranga, com oferta de 10.076,232 mil toneladas não houve negociação. De Itanhangá (próximo a Lucas do Rio Verde), em torno de 14,98% da quantidade ofertada, de 2.002,160 mil toneladas, foi negociada. As cotações também foram mantidas em R$ 23,40 a saca.

De Sorriso, o lote 6, em torno de 76,94% da oferta, de 831,849 toneladas foram negociadas. E, mesmo sem ter sido negociado em sua totalidade, o valor subiu de R$ 23,40 a saca para R$ 24,30, uma elevação de 3,85%. Por outro lado, o lote 7, ainda de Sorriso, foi 100% arrematado, mas o preço final foi mantido em R$ 23,40. O volume ofertado era de 1.270,393 mil toneladas. Do lote 8, também de Sorriso, negociou apenas 16,12% do total ofertado, de 2.604,907 mil toneladas. O valor inicial permaneceu inalterado em R$ 23,40 a saca.

Ainda de acordo com dados da entidade, do lote 9, ainda de Sorriso, a negociação chegou a 2,61% do total ofertado, de 22.049,840 mil toneladas e os preços foram mantidos em R$ 23,40 a saca do cereal. E do lote 10, de Tapurah, a negociação chegou a 100%, das 595,610 toneladas ofertadas. Os preços subiram de R$ 23,40 a saca para R$ 29,10, com ágio de 24,36%.