Em ação inédita, AL e Governo entregam ambulâncias a 141 municípios de Mato Grosso

31

ambulanciaO segundo lote de ambulâncias adquiridas com recursos economizados pela Assembleia Legislativa foi entregue nesta quinta-feira (22), durante evento realizado no Palácio Paiaguás. Com a entrega dos últimos 75 veículos, todos os 141 municípios de Mato Grosso foram contemplados.

A iniciativa do Poder Legislativo de devolver recursos ao Executivo para aquisição de ambulâncias que atenderão todos os municípios mato-grossenses é inédita no Estado e foi destacada pelo governador Pedro Taques.

“Agradeço a todos os 24 deputados estaduais pelos recursos disponibilizados para aquisição dessas ambulâncias, que ajudarão a salvar muitas vidas. Sem a contribuição de todos, isso não teria sido possível”, declarou.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Guilherme Maluf, comemorou a conquista e ressaltou a contribuição de todos os deputados estaduais.

“É uma satisfação muito grande entregar uma ambulância para cada município mato-grossense. Essa conquista foi possível graças ao empenho e à contribuição dos 24 deputados, que, mais do que ninguém, conhecem as necessidades dos municípios que representam”, ressaltou.

Para a compra dos 141 veículos foram investidos R$ 23 milhões, dos quais R$ 20 milhões são da Assembleia Legislativa e R$ 3 milhões de contrapartida do Governo do Estado. O montante foi economizado durante a gestão da atual Mesa Diretora da Assembleia Legislativa.

“A aquisição dessas ambulâncias é fruto de uma reengenharia financeira promovida durante a nossa gestão. Economizamos recursos de diversas formas, firmamos uma parceria com o Governo do Estado e, atendendo ao nosso pedido, esses recursos foram transformados em benefícios diretos aos cidadãos”, frisou Maluf.

Embora reconheça que as ambulâncias não são suficientes para resolver os problemas da Saúde do estado, o presidente, que é médico, lembra que elas são imprescindíveis para fazer o transporte seguro de pacientes que precisam se deslocar a outras regiões para serem atendidos.

“Sabemos que ambulância não é política de saúde, mas com certeza ajuda a salvar muitas vidas”, ponderou.

Conforme informações do contrato de aquisição, as ambulâncias adquiridas são do modelo Sprinter Mercedes-Benz 4×2, tipo B. Além de efetuar o transporte de pacientes, elas possuem estrutura suficiente para serem transformadas em Centros de Tratamento e Terapia Intensiva (CTI’s) móveis, possibilitando o atendimento imediato a qualquer tipo de emergência médica. Para isso, os municípios deverão adquirir os equipamentos necessários.