Projeto visa criação de escola militar para Sorriso

Uma audiência pública deve ser realizada em breve

39

escola militar sorrisoUm projeto visa a criação de uma escola militar em Sorriso. O assunto foi discutido ontem (8) à noite no plenário da Câmara de Vereadores.

Estiveram reunidos membros da Comissão Pró Escola Militar, o prefeito de Sorriso em exercício, Fábio Gavasso,  vereadores, secretários, comandantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e Grupo de Escoteiros, além de professores, diretores e alunos de escolas estaduais, o assessor pedagógico de Sorriso (Seduc-MT), membros da sociedade civil organizada e população em geral.

O presidente da Comissão, o professor Welton Beraldo da Silva explanou o projeto do modelo de ensino e enfatizou a importância da criação desta escola militarizada para Sorriso. “Nossa sociedade está enfrentando  um momento complicado no que tange a segurança e comportamento. Esse modelo de ensino visa o respeito, a disciplina, a hierarquia e acima de tudo a valorização da família. Entendemos que nossos filhos e toda a comunidade merece ter esta opção de ensino”.

O prefeito em exercício de Sorriso, Fábio Gavasso, destacou que garante a participação do Poder Executivo no projeto.

Cláudio Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Vereadores, afirmou que todos os parlamentares apoiam o projeto e se comprometeu em apresentar um requerimento solicitando uma audiência pública para tratar do assunto em breve.

O Comandante da Polícia Militar de Sorriso, o major Jorge Almeida, disse que apoia a criação deste modelo de escola e ressalta que o ensino militar baliza a formação íntegra e disciplinar. “Como militar tenho a dizer que este modelo de educação transforma o aluno, faz com que ele se sinta parte integrante da sociedade e transforme-se em um ser humano capaz de modificar o eixo que ele vive na forma mais disciplinar possível, aumentando o caráter e a qualidade de vida”.

O comandante dos Bombeiros Militar de Sorriso, o capitão Weber Dionísio Batista Junior, frisou que a companhia é parceira deste projeto e enfatizou a importância do ensino militar inserido no modelo democrático. “A maneira militar de formação de um individuo é diferenciada,  principalmente visando a disciplina, o respeito, o caráter e a hierarquia. Sabemos que a criação de uma escola militar para Sorriso não será tarefa fácil, mas é possível”.

Quem também destacou as vantagens do projeto foi o comandante do Grupo de Escoteiros Jaguatirica, o chefe Fábio. “Todos os escoteiros de Sorriso apoiam incondicionalmente este projeto, pois entendemos que o modelo de ensino apresentado trará melhoramento comportamental a nossos alunos, dando a eles a oportunidade de se formar cidadãos íntegros e disciplinados frente a sociedade”.