Programa “A União Faz a Vida” tem evento de encerramento em Tapurah

47

anião faz a vida encerramentoOs educadores que participaram de projetos do Programa A União Faz a Vida (PUFV) em 2016, em Tapurah, tiveram uma noite de homenagens na última terça-feira (22). O evento de encerramento do PUFV aconteceu no Centro de Cidadania e Transformação (CCT) e contou com a participação de cerca de 180 pessoas, sendo aproximadamente 110 educadores e outras 70 pessoas entre pais e colaboradores (apoiadores do programa, funcionários e coordenadores de Núcleo do Sicredi, além de conselheiros). Também esteve presente a Assessora de Programas Sociais do Sicredi, Licidnéia Franco, de Lucas do Rio Verde e responsável do programa em Mato Grosso.

Dos educadores presentes, 71 que fizeram projetos do PUFV foram homenageados e receberam uma lembrança. Além disso, o Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato, recebeu uma premiação de um concurso de vídeo do MEC, dentro do programa, a nível federal. O trabalho da escola foi premiado na esfera estadual. O nome do projeto era “Pesquisar e Conhecer para Combater o Aedes aegypti”,coordenado pela professora Maria Shisley Silva Santos, da Educação Infantil 5 A. A equipe gestora recebeu uma placa de homenagem e a professora e os alunos ganharam certificado.

“Os educadores realizaram 62 projetos com muita dedicação e competência. Os educandos têm a oportunidade de vivenciar os valores que o programa dissemina e levam e esses para o seu dia a dia no convívio familiar e na sociedade na qual estão inseridos”, explicou Geovania Melchior Cesca – coordenadora local do programa em Tapurah.

Alunos realizaram três apresentações artísticas para os convidados presentes. Ao fim da cerimônia, alguns pais deram depoimentos que falaram da importância do projeto para os seus filhos. O evento foi encerrado com um coquetel.

O programa
A União Faz a Vida é a principal iniciativa de responsabilidade social do Sicredi e contribui para a educação integral de crianças e adolescentes, com base nos princípios da cooperação e da cidadania. Por meio de uma metodologia de projetos, os estudantes deixam o papel de receptores de conhecimento e tornam-se protagonistas do processo de aprendizagem.

Escolas
As instituições que participaram do programa em 2016 foram:

– Escola Estadual Cândido Portinari
– Escola Municipal Vinícius de Moraes
– Escola Municipal Criança Feliz
– Escola Municipal Renascer (do distrito de Novo Eldorado)
– Escola Municipal Dom Aquino (do distrito de Ana Terra)
– Centro Municipal de Educação Infantil Monteiro Lobato
– Centro Municipal de Alfabetização Cecília Meireles
– Escola Vida e Esperança (Apae).

Confira os números do PUFV em Tapurah nos últimos quatro anos:

 

Ano Crianças participantes dos projetos Número de projetos Número de escolas envolvidas Professores envolvidos
2013 765 32 7 42
2014 824 37 8 49
2015 1581 64 9 76
2016 1300 62 8 71