Revoltados com o descaso e a precariedade populares queimam ponte em Marcelândia

77

ponte queimadaRevoltados com o descaso e a precariedade da ponte na MT-320, sobre o rio Santa Helena, populares atearam fogo na mesma, durante essa madrugada. A ponte, que faz ligação com o município de Marcelândia, foi quase que totalmente queimada e o tráfego está interditado.

No início de setembro, já tinha registrado a situação, a pedido de internautas que temiam que a ponte viesse a desabar sob a passagem de carretas mais pesadas. O prefeito de Nova Santa Helena, Dorival Lorca, o Doro, afirmou que já protocolou mais de 10 pedidos ao governador Pedro Taques para que tomasse providências e construísse uma ponte de concreto.

“Já relatei pessoalmente ao governador a situação, três pessoas já morreram em acidentes no local. É uma rodovia estadual e pavimentada, por isso o governo precisa tomar uma atitude”, afirmou.

Lorca orientou que os motoristas podem usar um desvio que passa por dentro da cidade de Santa Helena. “Quem vem de Sinop, ali nas proximidades da Polícia Federal, à direita, tem uma estrada que sai direto em Marcelândia”, explicou.

O prefeito de Marcelândia, Arnóbio Vieira, informou hoje ao Nortão Online que já conversou com o secretário adjunto da Sinfra e o conserto da ponte deverá ser iniciado nos próximos dias. “O estado vai fornecer a madeira e a prefeitura de Marcelândia vai oferecer a mão de obra”, disse. Ele acredita que até na próxima quinta-feira, a situação deve estar normalizada.

A rodovia foi licitada pelo governo do Estado na gestão de Silval Barbosa para a pavimentação até a BR-163. Porém a construção das pontes que existem ao longo desse percurso não foram licitadas.