Destinatário de 129 kg de maconha apreendida em Lucas é preso

Claudio Marques Hoppers, de 43 anos, foi detido em Rosário Oeste

113

droga Lucas do Rio VerdeAção conjunta da Polícia Judiciária Civil dos municípios de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte) e Rosário Oeste (128 km ao Norte) prendeu na quarta-feira (05), um homem suspeito de ser o principal destinatário de 215 tabletes de maconha (aproximadamente 129 kg), apreendidos no mês passado dentro de freezers em um caminhão estacionado em um posto de combustível na BR 163.

Identificado como Claudio Marques Hoppers, 43, o suspeito seria o principal recebedor da grande quantidade de entorpecente apreendida pela equipe policial da Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde, sob coordenação do delegado Rafael Mendes Scatolon.

A prisão de Cláudio se deu em cumprimento a mandado de prisão preventiva, e foi realizada pela equipe de policiais civis formada pelos investigadores Roberto, Vantuir, Jean, Claudiney, Sivanildo e Altamiro, coordenados pelo delegado Fabiano Pistocia.

O caso segue em investigação pela Delegacia de Polícia de Lucas do Rio Verde. “A apuração segue no sentido de identificar outros possíveis recebedores da droga que seria distribuída em vários municípios da região”, explica o delegado à frente do caso, Rafael Mendes Scatolon.

O caso

No dia 19 de setembro, a Polícia Judiciária Civil de Lucas do Rio Verde, com apoio da Regional de Nova Mutum (264 km ao Norte), realizou apreensão de 215 tabletes de substância de maconha, que estavam em um caminhão estacionado em um posto de combustível na BR 163.

O veículo de propriedade de uma transportadora vinha da cidade de Frederico Wesphalen (RS) com uma carga de mudança. No trajeto, ele teria sido carregado com entorpecentes, precisamente na cidade de Dourados (MS). O destino da entrega seria o município de Sorriso (420 km ao Norte).

Na ocasião do flagrante, o motorista do caminhão da empresa transportadora contou que havia sido contratado por uma pessoa de Nova Mutum. O condutor foi ouvido pelos policiais e demonstrou desconhecer o conteúdo que levava junto ao frete de mudança e foi liberado.