Após quase dois anos, governo entrega parte das ambulâncias pagas pela ALMT

Os equipamentos devem ser entregues em lotes até o final do ano para todos os municípios, completando quase dois anos da data em que o recurso foi repassado

72
Ambulâncias estão estacionadas em frente à Assembleia Legislativa.
Ambulâncias estão estacionadas em frente à Assembleia Legislativa.

Passados quase dois anos da devolução de cerca de R$ 20 milhões da Assembleia Legislativa para o Governo do Estado para a aquisição de 141 ambulâncias, o Executivo conseguiu, finalmente, concluir a licitação e fazer a entrega de uma parte dos veículos. Ficou acordado que nesse primeiro lote serão entregues 50 ambulâncias equipadas, sendo feita a distribuição para cada município por indicação parlamentar.

O primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, deputado Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), disse que cada parlamentar irá indicar duas unidades móveis de saúde totalizando 48 do lote de 50. As outras duas restantes dependerão de uma decisão da Presidência da Casa para saber o destino. Nininho, que várias vezes utilizou a tribuna para fazer críticas pela demora da condução do certame, voltou atrás e disse que outros lotes deverão ser entregues ainda este ano.

“O problema é que possa existir parlamentares que queiram indicar a entrega para suas bases eleitorais e nem sempre lá tem o IDH baixo”, disse o deputado Nininho.

Essas ambulâncias deverão ser entregues já na próxima semana, conforme uma reunião com vários prefeitos e Executivo, onde foi discutida a urgência dos equipamentos. Pela Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), que intermediou o encontro, será levado em consideração o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de cada cidade para que ela tenha prioridade na entrega do veículo.

“Nós vamos sim entregar as ambulâncias onde existe a maior necessidade delas. A decisão já foi tomada em reunião com os deputados. O problema é que possa existir parlamentares que queiram indicar a entrega para suas bases eleitorais e nem sempre lá tem o IDH baixo. Existem municípios que estão em situação pior”, avaliou Nininho.

O parlamentar acredita que as ambulâncias deveriam ser entregues de uma só vez, mas existe uma “pressão” para que isso ocorra em breve. “Eu sou da opinião de que poderíamos entrega para todos os municípios de uma vez só, mas a decisão já foi tomada”, disse.

Pelo contrato firmado no começo do ano, as ambulâncias adquiridas são do modelo Sprinter Mercedes-Benz 4×2 e serão disponibilizadas pela custou de aproximadamente R$ 163 mil.