Ex-delegado é preso com avião ‘recheado’ de cocaína no interior

Sem acatar a ordem de prisão, o ex-delegado teria jogado a aeronave contra os policiais. Ainda houve troca de tiros e o piloto ficou ferido.

154

Ele transportava 150 quilos de cocaína em uma aeronave monomotorAcaba de ser preso por tráfico de drogas, no município de General Carneiro (449 Km de Cuiabá), o ex-delegado da Polícia Civil de Mato Grosso Arnaldo Agostinho Sottani.

Ele transportava 150 quilos de cocaína em uma aeronave monomotor, que estava em uma pista de pouso clandestina.

A prisão foi feita pela Polícia Federal (PF), em ação conjunta com agentes do Grupo Especial de Fronteira (Gefron). Sem acatar a ordem de prisão, o ex-delegado teria jogado a aeronave contra os policiais. Ainda houve troca de tiros e o piloto ficou ferido e foi encaminhado ara atendimento médico.

Além dele, outras 3 pessoas foram presas . Assim como a aeronave, com a droga, um caminhão e um veículo também foram apreendidos pelos policiais.

Arnaldo perdeu o cargo de delegado ainda na gestão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) por ser acusado de receber propina para não investigar um crime de roubo de gado. Ele também já teria passagem por tráfico de drogas.

Em Portaria publicada no dia 21 de agosto de 2013, o ex-governador apontou que a demissão ocorria por infrações previstas na lei complementar 155/04. Entre elas, “valer-se do cargo com o fim, ostensivo ou velado, de obter proveito de qualquer natureza, para si ou para terceiro”; “associar-se a mais de duas pessoas, em quadrilha ou bando armado”; “proceder na vida pública e particular de modo a não dignificar a função policial”.